domingo, 30 de setembro de 2012

Pulsar BH: Aécio Neves fala sobre futebol e eleições municipais


Aécio Neves reforça seu apoio à reeleição de Marcio Lacerda


Fora de Controle (clipe oficial)


Cabrobó (Clipe Oficial)

MINEIRISSIMO.

SOU MINEIRO (Clipe Oficial)


" Sou do mundo, sou Minas Gerais..."


AMO BH, MINAS E BRASIL DESESPERADAMENTE. APÓIO MARCIO 40 E DANIEL NEPOMUCENO 40100.

AMO BH, MINAS E BRASIL DESESPERADAMENTE.

APÓIO MARCIO 40 E DANIEL NEPOMUCENO 40100.
MARCAO CAVALCANTE

César Menotti & Fabiano - Minas Gerais

AMO MINAS, AMO BH.

Comercial da Globo Minas - Simplicidade - Pato FU


Minas Gerais, Brasil - Quantas você conhece?

MINAS E BH SÃO MAIS.


Cesar Menotti e Fabiano Lugar melhor que BH

É AQUI QUE EU AMO . É AQUI QUE EU QUERO FICAR. POIS NÃO HÁ, LUGAR MELHOR QUE BH.
MARCAO CAVALCANTE.

Pulsar BH - O maior programa de obras viárias da história de BH: O que é...


ATENÇÃO BH. Pulsar BH: Ações contra enchentes realizadas por Marcio Lacerda . APÓIO EM MARCIO E DANIEL E CONFIO. Marcao Cavalcante



MARCAO CAVALCANTE

Pulsar BH - O maior programa de obras viárias da história de BH: Vias 21...

CONTRIBUI NA URBEL COM O PTTS DESTAS VIA 210,  710 E ETC. OBRAS VIARIAS IMPORTANTES PARA A CIDADE DE BELO HORIZONTE.
PARABENS, MARCIO 40.
PARABENS, DANIEL NEPOMUCENO 40100.
 

Pulsar BH - Festa da Música toma conta das praças de Belo Horizonte


Marcio Lacerda - Música: "Tá na hora de Avançar" cantada em coro

APÓIO E RECOMENDO, MARCIO LACERDA 40, PARA BH CONTINUAR E AVANÇAR.


TV Band - Abril/2012 - Me Chama Que Eu Vou - Morro do Papagaio





EU APÓIO, MARCIO LACERDA 40 E DANIEL NEPOMUCENO 40100.




"Mario Henrique Encaixa" narrando um gol de Daniel Nepomuceno 40100


MARIO ENCAIXA TAMBEM APÓIA , MARCIO LACERDA 40, DANIEL NEPOMUCENO, 40100.


Marcão Cavalcante

Marcao Cavalcante

Audi anuncia gama elétrica para 2020

25/09/2012 11:54 - Atualizado em 25/09/2012 11:54

Audi anuncia gama elétrica para 2020

Do Hoje em Dia


Divulgação
 e-tron Concpet - carro elétrico
O e-tron Concpet, de 2009, foi o ponto de partida para a meta

A massificação do automóvel elétrico ainda é uma realidade distante, até mesmo em mercados desenvolvidos como os japonês e europeu. Afinal, a engrenagem do petróleo ainda move montanhas de dinheiros e milhares de militares. Mesmo assim, fabricantes investem em tecnologias que garantirão vantagem estratégica.

A Audi, por exemplo, acaba de anunciar a meta de ter, até 2020, uma versão elétrica ou híbrida de cada um de seus modelos.

Dessa forma, a família e-tron, que hoje é representada apenas pelo esportivo R8 e-tron, deverá ganhar integrantes desde o diminuto A1 ao executivo A8. O R8 elétrico, apesar de estar praticamente pronto, só chegará às ruas no final de 2013. Seu propulsor elétrico é capaz de gerar 308 cv e um torque de 82 mkgf!

Das Pistas

O fabricante alemão prevê um volume de vendas de 100 mil unidades em 2020 e, para atingir o objetivo, afirma que as soluções levadas para as pistas de corrida – como no caso do R18 hybrid LMP1, que irá participar da próxima edição das 24 Horas de Le Mans –, são essenciais.

Elas terão, em breve, aplicação em larga escala, garantindo eficiência para uso urbano e viabilidade de implantação.

AOS AMERICANOS. Mauro Fernandes cobra nova postura do Coelho nos jogos em casa

28/09/2012 19:57 - Atualizado em 28/09/2012 19:57

Mauro Fernandes cobra nova postura do Coelho nos jogos em casa

Gazeta Press


FLAVIO TAVARES
Mauro Fernandes
Mauro quer a equipe com mais ímpeto

O técnico Mauro Fernandes não se arrepende de ter dito que a diretoria deveria mandar todo mundo embora após a derrota contra o Grêmio-SP, na última terça-feira, em pleno Independência. O treinador conversou com os atletas sobre a declaração e cobrou uma postura diferenciada para as próximas partidas em Belo Horizonte.
“O que falei após o jogo, falei com o máximo de tranquilidade. Não foi nada de desesperado. Só falei o que acho que deveria ter falado. A equipe vem jogando muito pressionada no em casa. Mas não é pressão do torcedor, não. É dos próprios jogadores que querem fazer uma grande exibição para o torcedor e para vocês da imprensa. Agora, o América tem a obrigação de fazer uma partida de gala em casa, para recuperar a confiança do torcedor”, disse.
Mauro Fernandes garante que o grupo assimilou bem as cobranças. “A declaração que eu dei após o jogo não parou lá, mas na conversa que tivemos depois. Nós temos a responsabilidade por estar vestindo uma camisa de 100 anos de tradição”, comentou o treinador americano, que deixou claro que as cobranças serão feitas sempre que necessário.
“Fui bem taxativo com eles, a carapuça só irá servir em quem não se adequar ao trabalho. E onde tem um comando e comandados, se não houver cobrança, vira bagunça. Agora temos que fazer as coisas de uma maneira que o América volte a entrar nos trilhos, a fazer boas partidas e, acima de tudo, a brigar pela nossa classificação", finalizou.

ATENÇÃO NAÇÃO CRUZEIRENSE. Cruzeiro empata com o Inter e complica a busca pelo G4 Marcao Cavalcante Marcão Cavalcante

9/09/2012 21:00 - Atualizado em 29/09/2012 21:00

Cruzeiro empata com o Inter e complica a busca pelo G4

Marcelo Portela


PEDRO VILELA/AGÊNCIA I7/AE
Borges
Borges perdeu pênalti ainda na primeira etapa

Cruzeiro e Internacional saíram decepcionados neste sábado à noite do estádio Melão, em Varginha, com um empate sem gols. O resultado da 27ª rodada do Campeonato Brasileiro não agradou a nenhuma das duas equipes. Sem vencer a cinco partidas, o time estrelado contava com uma vitória em casa para levantar o moral da equipe e tentar se aproximar do G4. E o Inter almejava os três pontos como visitante para se aproximar dos líderes da competição e sonhar com uma vaga na Libertadores.

Com o resultado, o Cruzeiro chegou a 36 pontos, mas permaneceu na oitava posição da tabela. A equipe, no próximo sábado, encara o Grêmio, no Estádio Olímpico, em Porto Alegre. Já o Inter termina a rodada com 41 pontos e assumiu a sexta colocação na tabela, mas o Botafogo, que tem um ponto a menos, joga domingo e tem possibilidade de retomar a posição. No sábado, o Inter enfrenta o Santos na Vila Belmiro.

As duas equipes entraram em campo no Melão mostrando vontade de levar os três pontos. Nos primeiros minutos, jogadores celestes e colorados pareciam dispostos a fazer um jogo dinâmico, mas, ao longo da primeira etapa, o que as equipes protagonizaram foi um confronto de baixa qualidade técnica e sem capacidade de causar muita empolgação nas torcidas. Pelo contrário, o que mais funcionou durante todo o primeiro tempo foi a marcação cerrada de ambos os lados. Nos raros lances em que foram acionados, Fábio e Muriel se destacaram pelas boas defesas.

O único momento mais empolgante ocorreu aos 10 minutos, quando Ceará lançou para Borges na pequena área, mas o atacante celeste foi empurrado por Nei, o que rendeu um pênalti a favor dos anfitriões e um cartão amarelo para o defensor colorado. O mesmo Borges cobrou e marcou, mas o árbitro Paulo César Oliveira acusou invasão de jogadores das duas equipes e mandou repetir o lance. Borges bateu de novo e, dessa vez, mandou a bola por cima do travessão.

Empurrado pela torcida, o time celeste voltou tentando se impor. Pressionados, os visitantes se fecharam ainda mais. E, apesar de ter mais espaço para trabalhar, os jogadores do Cruzeiro não conseguiram superar a marcação e passaram a investir em jogadas aéreas, mas sem nenhum resultado prático.

Com o avanço dos anfitriões, o Inter também encontrou caminhos para chegar ao ataque, mas a maior parte das finalizações não ofereceu risco e Fábio salvou o time nos lances de maior perigo.

Quanto mais o jogo avançava, mais o Cruzeiro pressionava e os visitantes passaram a ver com bons olhos um empate sem gols. Ainda mais quando o técnico celeste, Celso Roth, trocou Anselmo Ramon - que pouco apareceu no jogo - por Martinuccio, permitindo que Montillo avançasse mais. O Cruzeiro passou a pressionar muito, mas o Inter conseguiu segurar o resultado até o apito final.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 0 X 0 INTER


CRUZEIRO - Fábio; Ceará (Diego Renan), Léo, Thiago Carvalho e Everton; Leandro Guerreiro, Marcelo Oliveira, Diego Arias (Souza), e Montillo; Anselmo Ramon (Martinuccio) e Borges. Técnico - Celso Roth.

INTERNACIONAL - Muriel; Nei, Rodrigo Moledo, Índio (Jackson) e Fabrício; Ygor, Guiñazu, Elton (Lucas Lima) e Fred; Diego Forlán (Cassiano) e Leandro Damião. Técnico - Fernandão.

ÁRBITRO - Paulo César Oliveira (Fifa-SP).
CARTÕES AMARELOS - Nei, Diego Forlán e Fred.
RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.
LOCAL - Estádio Dilzon Mello, o Melão, em Varginha (MG).

ATENÇÃO NAÇÃO CRUZEIRENSE. Cruzeiro diz que vai à CBF reclamar da arbitragem

Cruzeiro diz que vai à CBF reclamar da arbitragem

Agência Estado


CÉLIO MESSIAS/AE
Paulo César de Oliveira
Arbitragem de Paulo César de Oliveira rendeu protestos

O Cruzeiro não vence há seis jogos, mas segue dando respaldo ao técnico Celso Roth. Neste sábado (29), a equipe só empatou em casa com o Internacional, num duelo importante para manter o time mineiro na disputa por uma vaga na Copa Libertadores do ano que vem. Diante do frustrante 0 a 0, a diretoria celeste preferiu culpar a arbitragem pelo resultado.

"Por que essa má vontade com o nosso Cruzeiro? Nós saímos daqui indignados. Perdemos dois pontos aqui simplesmente por falha do juiz", reclamou José Maria Fialho, vice-presidente do Cruzeiro, falando do árbitro Paulo César de Oliveira.

"Ele (Oliveira) mandou bater o pênalti de novo. Mas adiantaram novamente e por que ele não mandou bater de novo? No segundo tempo, um pênalti claro em cima do Everton", continuo Fialho. No lance do pênalti anotado para o Cruzeiro, Borges bateu, fez, mas Paulo César Oliveira mandou voltar porque houve invasão de área generalizada. Na segunda tentativa, bateu por cima.

Por conta disso, o Cruzeiro reclamará formalmente da atuação do árbitro paulista. "A gente deixa de fazer os três pontos simplesmente por falha do juiz. É um negócio que deixa a diretoria muito triste, que deixa a torcida muito triste. O Cruzeiro vai à CBF. Vamos reclamar, porque é um absurdo o que fizeram hoje (sábado) aqui com o Cruzeiro."

Apesar de ter chegado ao sexto jogo sem vencer, o técnico Celso Roth disse ter gostado da atuação do Cruzeiro, minimizando o resultado. "Eu acho que o Cruzeiro fez de novo uma partida boa. É o terceiro jogo seguido que fizemos um jogo equilibrado. Tivemos oportunidades e saímos daqui com o sentimento de que poderia ter sido melhor, de novo. O Cruzeiro vem de sua terceira partida muito boa, enfrentando times muito bons. Temos que passar por esse momento, ter persistência", comentou o treinador.

Cuca admite necessidade de arrancada no Atlético

Cuca admite necessidade de arrancada no Atlético

Agência Estado


LEVI BIANCO/BRAZIL PHOTO PRESS/AE
Cuca
Equipe de Cuca amargou a quarta partida sem vitória

O técnico Cuca admitiu estar preocupado com o jejum de vitórias do Atlético no Campeonato Brasileiro e reconheceu que o time vai precisar de uma sequência de triunfos para conquistar o título nacional. Na noite de sábado (29), o time apenas empatou por 1 a 1 com a Portuguesa, no Estádio do Canindé, em jogo válido pela 27ª rodada, e completou a quarta partida sem vencer na competição.

"Teremos o Figueirense em casa, um jogo em que precisamos, com organização, buscar a vitória, depois o Internacional fora e, na sequência, o Sport em casa, o Santos fora e Fluminense e Flamengo em casa. Agora, é a hora da nossa arrancada", afirmou Cuca.

O treinador, porém, ressaltou que o empate não foi de todo mal porque o time teve um jogador expulso - o zagueiro Leonardo Silva - no segundo tempo. "No geral, é um ponto que não era o que a gente queria, mas que, lá na frente, pode ser de grande valia. É um ponto que a gente não tem que lamentar porque pode ser que nos ajude muito", comentou.

A opinião foi compartilhada pelo goleiro Victor, que fez algumas defesas importantes no segundo tempo para evitar que o Atlético fosse derrotado. "Foi um ponto importante pelas circunstâncias da partida, podemos dizer que foi até um empate heroico por tudo que aconteceu no jogo", disse.

O empate com a Portuguesa deixou o Atlético com 53 pontos, na segunda colocação, três atrás do líder Fluminense, que enfrenta o rival Flamengo neste domingo. O time mineiro volta a entrar em campo no próximo sábado, quando receberá o Figueirense, no Estádio Independência, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Cuca mostra Fellipe Soutto como novidade e aposta em tropeços do Flu

28/09/2012 20:02 - Atualizado em 28/09/2012 20:02

Cuca mostra Fellipe Soutto como novidade e aposta em tropeços do Flu

Gazeta Press


Bruno Caniti/Atlético
Fellipe Soutto
Fellipe Soutto (colete) deve iniciar a partida contra a Lusa

O técnico Cuca comandou treinamento tático nesta sexta-feira (29) no CT do São Paulo, e apresentou como principal novidade o volante Fellipe Soutto, que foi titular do Galo na temporada passada, mas perdeu espaço com chegada de Leandro Donizete, que vai cumprir suspensão contra a Lusa. Cuca tinha a opção de escalar Serginho, porém, resolveu dar oportunidade para a revelação alvinegra.
Além de Fellipe Soutto, o Atlético terá como caras novas para encarar a Portuguesa o lateral Júnior César e o meia-atacante Bernard, que não atuaram contra o Flamengo. Rafael Marques vai substituir Réver, que foi expulso ante os cariocas, e forma a dupla de defensores com Leonardo Silva. O Galo deve iniciar o jogo contra a Lusa com: Victor, Marcos Rocha, Rafael Marques, Leonardo Silva e Junior César; Pierre, Fillipe Soutto, Danilinho e Ronaldinho; Bernard e Jô.
O Atlético precisa da vitória para não perder contato com o Fluminense, que assumiu a liderança do Brasileiro e tem quatro pontos na frente do Galo, que é o vice-líder. O técnico Cuca admite que a equipe alvinegra perdeu rendimento, mas considera que o Fluminense também vai tropeçar e os atleticanos podem retomar a liderança.
“É muito difícil manter o ritmo até o final. Eles terão Vasco, Botafogo, Flamengo, Inter, Grêmio, Cruzeiro, Atlético, Palmeiras, São Paulo. Quem me garante que não vão perder três, quatro partidas como a gente perdeu”, disse Cuca, que lembra que o Galo terá o confronto direto contra os cariocas, em Belo Horizonte.
“Hoje estamos quatro pontos atrás do Fluminense. Temos um confronto direto com eles na nossa casa. O Fluminense tem jogo difícil no fim de semana tanto quanto o nosso. As coisas podem mudar de uma hora para outra. Temos que ter equilíbrio, saber que o campeonato é duro. Daqui a pouco retoma o caminho e, quem sabe, dá a arrancada final na hora certa”, declarou.

Diárias de hotéis em BH dobram de preço para a Copa de 2014

30/09/2012 08:53 - Atualizado em 30/09/2012 08:53

Diárias de hotéis em BH dobram de preço para a Copa de 2014

Bruno Moreno - Do Hoje em Dia


Luiz Costa
Hotéis
Site da Fifa projeta diária de R$ 1.470 em 2014


O preço das diárias em hotéis em Belo Horizonte dobrará durante a Copa 2014. Oito dos 40 hotéis da capital que já fecharam acordo com a Match, operadora da Fifa responsável pela hospitalidade durante as Copas das Confederações e do Mundo, já disponibilizaram no site da organizadora do Mundial quanto irão cobrar. Em média, a tarifa para quartos duplos será 105% mais cara do que os valores praticados atualmente, reajustados pela inflação projetada para o período.
 
Em simulação feita nos sites dos oito hotéis, de diárias para a próxima quarta-feira, a média é de R$ 411,15. Se for aplicado o índice de 4,5% anual de inflação, em junho de 2014 a diária média seria de R$ 449. Entretanto, a média apresentada pelos oito hotéis no site da Fifa é de R$ 919,71, o que dá uma diferença absoluta média de R$ 471.
 
A grande variação é resultado de, pelo menos, dois fatores. Um deles é que o setor espera faturar alto com o torneio mundial e tem elevado consideravelmente os preços. Ao mesmo tempo, contribuiu o percentual de lucro estimado pela Match, de 25% sobre os preços das diárias.
 
Apesar de o contrato com a Match ser confidencial, fontes do setor garantem que a empresa suíça exigiu que fosse estipulado um preço fechado, ainda neste ano, sem possibilidade de correção em 2014. A avaliação do setor é que o texto beneficiava apenas um lado, o da Match.
 
Muitas das tarifas foram baseadas em análises de cenário calcados em índices econômicos – o que é ‘futurologia’, já que é impossível prever com certeza os preços dos serviços no médio prazo –, enquanto outras foram especulativas.
 
Rio+20
 
A previsão lembra a polêmica envolvendo hotéis no Rio de Janeiro para a conferência Rio +20, em junho deste ano, quando delegações europeias deixaram de vir por considerar as tarifas abusivas. As altas tarifas, comparadas ao que é praticado no mercado atualmente, preocupa tanto a Match quando as entidades que representam os hotéis. 
 
A presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Minas Gerais (ABIH-MG), Rafaela Fagundes Vale, lembra que avisou os empresários do setor que não deveriam abusar nos preços, mas não foi ouvida. “Falei para não colocarem muito caro para não espantar os turistas. Nós não temos praia como Rio, Salvador, Recife e Fortaleza. Por isso, deveríamos ter uma tarifa mais atrativa para segurar o turista aqui mais tempo”, avalia. 
 
Preços abusivos
 
A Match lamentou os preços abusivos, mas não revelou quanto lucra. “Em comparação com as diárias confirmadas com hotéis contratados pela Match em edições anteriores da Copa do Mundo da Fifa, as que os hotéis brasileiros estão sugerindo para o período da Copa do Mundo da Fifa Brasil 2014 são significativamente mais caras, mesmo levando-se em conta a inflação”, afirma a empresa, em nota.
 
A Match adverte, ainda, para um possível insucesso do torneio.
 

Receita Federal abre nesta quarta consulta ao terceiro lote do Imposto de Renda 2012

Receita Federal abre nesta quarta consulta ao terceiro lote do Imposto de Renda 2012
Dinheiro será depositado no próximo dia 15
07/08/2012 10h06
Avalie esta notícia » 
2
4
6
8
DA REDAÇÃO
Siga em: twitter.com/OTEMPOonline
A
A
FOTO: REPRODUÇÃO
No total, serão depositados R$ 2,2 bilhões, dos quais R$ 2,134 bilhões se referem ao exercício de 2012
A Receita Federal libera nesta quarta (8), às 9h, a consulta terceiro lote de restituições do Imposto de Renda Pessoa Física 2012. No lote, também há restituições que caíram na malha fina em 2011, 2010, 2009 e 2008. O dinheiro será depositado no banco no próximo dia 15. No total, serão depositados R$ 2,2 bilhões, dos quais R$ 2,134 bilhões se referem ao exercício de 2012.
Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita ou ligar para o Receitafone (146). Para o exercício de 2012, serão creditadas restituições para 2.286.395 contribuintes, com correção de 3,06%. Para o exercício de 2011, serão creditadas restituições para 16.051, com correção de 13,81%.
Do lote de 2010, serão creditadas restituições para 7.664 contribuintes, corrigidas em 23,96%. Em relação ao lote residual de 2009, serão creditadas restituições para um total de 5.427 contribuintes, corrigidas em 32,42%. No caso do de 2008, serão creditadas restituições para 2.582 contribuintes, com correção de 44,49%.
Caso a restituição não seja creditada no banco, o contribuinte poderá entrar em contato com qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento da instituição por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (pessoas com deficientes auditivos), para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.
COM AGÊNCIA BRASIL
Comentários

Apple lança iPhone 5 em mais 22 países

Apple lança iPhone 5 em mais 22 países
28/09/2012 20h29
Avalie esta notícia » 
2
4
6
8
DA REDAÇÃO
Siga em: twitter.com/OTEMPOonline
A
A
A Apple ampliou nesta sexta-feira (28) a venda do iPhone 5 para mais 22 países, incluindo a Áustria, Hungria, Polônia, Espanha e Suíça, apesar de o novo aparelho ser incompatível com a maioria das redes 4G de alta velocidade de dados e dos problemas com seu sistema de mapas.
Inicialmente, o aparelho lançado na semana passada começou a ser vendido em nove países. Nos primeiros dias, a Apple vendeu mais de cinco milhões de unidades do iPhone 5.
Em Estocolmo, cerca de 200 pessoas estavam na fila da principal loja do país desde a meia-noite à espera do lançamento. "A febre do iPhone fica maior a cada ano", resumiu o gerente da loja, Lars Wasell. "Vendo iPhones desde a primeira versão, em 2007, e nunca vi um lançamento como este", afirmou.
Na Europa, onde os países enfrentam lentidão na adoção de redes 4G, apenas duas operadoras de telefonia - a britânica EE e a alemã T-Mobile, da Deutsche Telekom - terão compatibilidade com o sistema 4G da nova versão do iPhone, que também funciona em redes 3G.

Morre no Rio, aos 86 anos, o escritor mineiro Autran Dourado

DE PATOS DE MINAS
Morre no Rio, aos 86 anos, o escritor mineiro Autran Dourado
30/09/2012 15h45
Avalie esta notícia » 
2
4
6
8
DA REDAÇÃO
Siga em: twitter.com/OTEMPOonline
A
A
FOTO: REPRODUÇÃO
Autran Dourado nasceu em Patos de Minas e morava no Rio de Janeiro
O escritor mineiro Autran Dourado, ganhador dos principais prêmios de literatura da língua portuguesa, morreu na manhã deste domingo (30), aos 86 anos, em sua casa, no bairro de Botafogo, zona sul do Rio. Natural de Patos de Minas, Waldomiro Freitas Autran Dourado escreveu seu primeiro livro, Teia, em 1947, e depois publicou mais 16 romances.
Entre as obras, destaques para O Risco do Bordado, de 1970, ganhador do prêmio Pen Club do Brasil, e As Imaginações Pecaminosas, vencedor do Prêmio Goethe de Literatura do Brasil, em 1981, e do Prêmio Jabuti, em 1982.
Autran Dourado foi reconhecido com o Prêmio Camões, em 2000, pelo conjunto de sua obra, em uma iniciativa conjunta dos governos do Brasil e de Portugal, e finalmente foi o vencedor do Prêmio Machado de Assis, da Academia Brasileira de Letras (ABL), em 2008.
Formado em Direito, trabalhou como taquígrafo e jornalista, profissão que o levou ao cargo de secretário de Imprensa do ex-presidente da República Juscelino Kubitschek, de 1958 a 1961.
O escritor mantinha uma conta no Twitter, onde publicou, no dia 21 de setembro, uma de suas últimas frases: "Escrever é uma imitação. A gente escreve feito um menino que vê o livro como um brinquedo e pensa ah, eu quero um".

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Cruzeiro defenderá 25 anos de tabu contra o Internacional em Minas pelo Brasileirão

 APÓIO E CONFIO , MASSA CRUZEIRENSE VOTE 40, MARCIO LACERDA.

Cruzeiro defenderá 25 anos de tabu contra o Internacional em Minas pelo Brasileirão

Última derrota em território mineiro pelo Nacional aconteceu na Copa União de 1987

Gustavo Andrade - Superesportes
| Tags: celular 

Publicação:

27/09/2012 16:07
Renato Weil/EM/D.A Press
No último duelo em Minas, no ano passado, Cruzeiro venceu por 1 a 0, na Arena do Jacaré

Sem vencer há cinco jogos, o Cruzeiro terá ao seu lado, neste sábado, um tabu de 25 anos diante do Internacional. O time celeste não é derrotado pelo Colorado em duelos disputados em Minas Gerais pelo Campeonato Brasileiro desde 1987.

O último revés cruzeirense em território mineiro aconteceu nas semifinais da Copa União daquele ano. Amarildo foi o carrasco da Raposa, ao marcar o gol do triunfo do Internacional por 1 a 0, no Mineirão, em 3 de dezembro de 1987.

“Foi um jogo que nós achávamos muito difícil ganhar porque o Cruzeiro era uma grande equipe, mais experiente, e nós éramos muito jovens. Além de mim, o Taffarel e os outros jogadores tinham pouca idade. Quando eu fiz um gol não foi surpresa, mas tinha noção que era difícil manter a vitória. Meu filho, hoje, que tem 16 anos, sempre vê o gol na internet”, recordou Amarildo ao Superesportes, em entrevista para o “Por onde anda?”, em maio último.

Desde aquele revés, o Cruzeiro enfrentou o Inter em Minas Gerais pelo Brasileirão 19 vezes. O time celeste venceu 14 duelos e outros cinco terminaram empatados. O ataque cruzeirense marcou 37 gols, enquanto a defesa foi vazada em 17 oportunidades.

Pelos pontos corridos (modelo de disputa adotado no Campeonato Brasileiro a partir de 2003), o Cruzeiro tem 92,5% aproveitamento enquanto atua em casa contra o Internacional. Em nove duelos, foram oito triunfos cruzeirenses e um único empate, pela edição de 2009. A Raposa marcou 18 gols, contra sete do Colorado.

Cruzeiro mandante em Santa Catarina

No Campeonato Brasileiro de 1995, Cruzeiro e Internacional se enfrentaram em Chapecó. A partida foi transferida para Santa Catarina por pedido da TV e os dois times receberam R$ 30 mil cada. O time gaúcho venceu aquele jogo por 2 a 0, com gols de Caíco e Vagner.

Revés pela Sul-Americana


Consideradas todas as competições, a última derrota do Cruzeiro para o Internacional em Minas Gerais aconteceu em 2004. Pela Copa Sul-Americana, o Colorado venceu por 1 a 0, com gol de Rafael Sóbis, no Mineirão. O triunfo da equipe gaúcha decretou a eliminação do Cruzeiro no confronto válido pelas oitavas de final.

Cruzeiro x Inter no Brasileirão (*em todos os locais)
58 jogos
21 vitórias do Cruzeiro
15 empates
22 vitórias do Internacional
74 gols marcados pelo Cruzeiro
73 gols marcados pelo Internacional

Victor é o 10º goleiro do Atlético a ser convocado para a Seleção Brasileira

MARCIO 40





Victor é o 10º goleiro do Atlético a ser convocado para a Seleção Brasileira

Rodrigo Fonseca - Superesportes
Thiago de Castro - Superesportes
| Tags: celular 

Publicação:

27/09/2012 18:34
 

Atualização:

27/09/2012 19:52
A convocação de Victor faz o histórico de goleiros do Atlético na Seleção Brasileira aumentar. Ele é o 10º jogador da posição chamado, enquanto jogador do clube, para representar a equipe principal do Brasil.

Antes de Victor, Kafunga, Marcial, Mussula, Renato, João Leite, Taffael, Emerson, Velloso e Renan Ribeiro.

“Sentimento de orgulho, satisfação, felicidade. É sempre bom fazer parte da Seleção, engrandece o trabalho e dá uma felicidade que não dá para descrever”, afirmou Victor nesta quinta-feira.

Victor foi convocado para os amistosos contra o Iraque e o Japão, nos dias 11, em Malmö, na Suécia, e 16 de outubro, em Wroclaw, na Polônia, respectivamente. Ele pode desfalcar o Galo em até três partidas do Campeonato Brasileiro.

Áudio: Victor comemora convocação



Confira a galeria de fotos dos goleiros do Atlético convocados:
Arquivo/Estado de Minas

Clique na imagem para acessar a galeria de fotos completa dos goleiros na Seleção    

Funcionários dos Correios retornam nesta sexta-feira Trabalhadores conseguem reajuste de 6,5%, definido por unanimidade pelo TST, e colocam fim à greve da categoria

Funcionários dos Correios retornam nesta sexta-feira Trabalhadores conseguem reajuste de 6,5%, definido por unanimidade pelo TST, e colocam fim à greve da categoria


Zulmira Furbino -
Publicação: 28/09/2012 07:21 Atualização: 28/09/2012 10:03
Os funcionários da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), que estavam em greve, voltam a trabalhar hoje depois de conseguirem reajuste de 6,5%, definido por unanimidade pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST). O aumento é retroativo a 1º de agosto. O índice concedido pelo TST é superior à proposta dos Correios, que pretendiam dar 5,2% de aumento para seus 120 mil empregados. O tribunal também declarou que a greve dos empregados dos Correios não é abusiva. A Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect), que representa 31 das 35 regionais, pedia 43,7% de reajuste.

Enquanto isso, as negociações salariais das categorias que têm convenção coletiva no segundo semestre continuam. Em Minas, cerca de 300 mil metalúrgicos, que trabalham em 10 mil indústrias metalúrgicas, estão à espera da decisão do reajuste salarial da categoria, depois de uma reunião infrutífera ocorrida ontem com os representantes das empresas, na qual os trabalhadores reduziram a reivindicação de aumento salarial de 12% para 11,5%. As empresas propõem 5%. No ABC paulista, 32 mil metalúrgicos já conseguiram elevar o seu salário em 8%. Os bancários voltaram ao trabalho ontem depois de acertarem correção salarial de 7,5%.

Mesmo com a negociação salarial em curso, de acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos de Betim e Região, cerca de 1.300 trabalhadores da metalúrgica Magna, instalada em São Joaquim de Bicas, na Grande BH, cruzaram os braços ontem pela manhã. A empresa fornece estrutura para bancos para a Fiat Automóveis.


João Alves de Almeida, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Betim e Região, explica que as empresas estão com dificuldades de estabelecer um percentual único. “Na Magna houve uma rodada de negociação com a diretoria, que é de origem canadense. Eles pediram tempo para formular uma proposta para apresentar aos trabalhadores, uma vez que a decisão é tomada nos Estados Unidos”.

Em campanha salarial desde julho, além do reajuste de 11,5%, os metalúrgicos reivindicam abono correspondente a um salário nominal, piso salarial de R$ 933 nas empresas com até 400 empregados, de R$ 1.244 nas fábricas entre 401 e 1 mil empregados e R$ 1.555 nas companhias com mais de 1 mil empregados.

A categoria também quere garantia de emprego por 90 dias e redução da jornada de trabalho de 44 horas para 40 horas semanais .

Nova reunião
De acordo Osmani Teixeira, presidente do Conselho Relações do Trabalho da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) e representante das empresas na negociação, trabalhadores e empresários não chegaram a um acordo porque a Fiemg entende que o percentual de reajuste reivindicado é alto demais. “Esse percentual está distante da possibilidade das empresas e de qualquer coisa que tenha sido assinada no Brasil em termos de convenção coletiva”, sustenta.

Ele explicou que a Fiemg só pode aprovar um percentual de correção para os salários que seja aceito pela maioria das empresas envolvidas na negociação. “Não fizemos contraproposta ontem porque não nos sentimos em condições de fazê-lo.” Nova reunião entre patrões e empregados está marcada para 9 de outubro. A expectativa das indústrias é chegar a um acordo até o dia 11 do mês que vem.

Datafolha: Russomanno cai cinco pontos; Serra se mantém à frente de Haddad


Datafolha: Russomanno cai cinco pontos; Serra se mantém à frente de Haddad

Candidato do PRB agora tem 30%. Tucano e petista estão tecnicamente empatados

Publicado:
Atualizado:
SÃO PAULO – O candidato do PRB à Prefeitura de São Paulo, Celso Russomanno, caiu cinco pontos em relação ao último levantamento e agora tem 30% das intenções de voto, segundo pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira. José Serra (PSDB) manteve a segunda colocação oscilando um ponto para cima em relação à pesquisa anterior e agora soma 22%. Já Fernando Haddad (PT) subiu três pontos percentuais e agora tem 18%. Como a margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos, o tucano e o petista continuam tecnicamente empatados.
Segundo o Datafolha, o quarto colocado é Gabriel Chalita (PMDB), com 9%; seguido de Soninha Francine (PPS), com 4%; Paulinho da Força (PDT), Carlos Giannazi (PSOL) e Ana Luiza (PSTU), os três com 1%. Brancos e nulos somam 8 %. Não sabem ou não opinaram são 6%.
Quando considerados os votos válidos, Russomanno tem 34%, Serra 25% e Haddad, 21%. Na simulação do segundo turno, o candidato do PRB venceria Serra (50% x 34%) e Haddad, 49% ante 34%. No confronto entre o petista e o tucano, Haddad somaria 48%, contra 38% de Serra.
O Datafolha também divulgou o índice de rejeição. O de Serra subiu de 44% para 45%. Em segundo lugar aparece Fernando Haddad, com 24%, um ponto acima do levantamento do dia 20 de setembro. Russomanno tinha 19% na pesquisa anterior e agora tem 22%, mesmo índice de Soninha.
O Datafolha ouviu 1.799 eleitores entre os dias 26 e 27 de setembro. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) sob o número SP-01182/2012.
Pesquisa Ibope divulgada na terça-feira mostrou pela primeira vez Haddad numericamente à frente de Serra. O petista tinha 18% das intenções de voto e o tucano, 17%, ambos também tecnicamente empatados. No Ibope, Russomanno permanece na primeira colocação, com 34%. Em relação à última pesquisa do instituto, Serra caiu dois pontos, Russomanno caiu um e Haddad subiu dois.

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/pais/datafolha-russomanno-cai-cinco-pontos-serra-se-mantem-frente-de-haddad-6214506#ixzz27mMKwPbR
© 1996 - 2012. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Barbosa sugere que Marco Aurélio só é ministro por ser parente de Collor. Relator do processo do mensalão responde a integrante do STF que o havia criticado

Barbosa sugere que Marco Aurélio só é ministro por ser parente de Collor

Relator do processo do mensalão responde a integrante do STF que o havia criticado

Publicado:
Atualizado:

Ministros Joaquim Barbosa e Marco Aurélio Mello
Foto: Agência O Globo / Ailton de Freitas
Ministros Joaquim Barbosa e Marco Aurélio Mello Agência O Globo / Ailton de Freitas
BRASÍLIA - O ministro Joaquim Barbosa, do Supremo Tribunal Federal (STF), respondeu nesta quinta-feira à crítica do ministro Marco Aurélio Mello de que ele não teria condições de ser presidente da Corte devido aos constantes bate-bocas protagonizado com os colegas. Barbosa insinuou que Marco Aurélio não tinha estudado o suficiente para chegar ao cargo, mas se valido do parentesco com o ex-presidente Fernando Collor, que o nomeou.

- Ao contrário de quem me ofende momentaneamente, devo toda a minha ascensão profissional a estudos aprofundados, à submissão múltipla a inúmeros e diversificados métodos de avaliação acadêmica e profissional. Jamais me vali ou tirei proveito de relações de natureza familiar - afirmou.
Barbosa também disse que Marco Aurélio costuma ser um problema para todos os presidentes do STF. E ressaltou que obedece às regras de convivência aprendidas não apenas nos livros, mas na vida.
- Um dos principais obstáculos a ser enfrentado por qualquer pessoa que ocupe a Presidência do Supremo Tribunal Federal tem por nome Marco Aurélio Mello. Para comprová-lo, basta que se consultem alguns dos ocupantes do cargo nos últimos 10 ou 12 anos. O apego ferrenho que tenho às regras de convivência democrática e de justiça me vem não apenas da cultura livresca, mas da experiência concreta da vida cotidiana, da observância empírica da enorme riqueza que o progresso e a modernidade trouxeram à sociedade em que vivemos, especialmente nos espaços verdadeiramente democráticos - disse.
O ministro ainda ressaltou que, quando ocupar a presidência do STF, a partir de novembro, não tomará decisões ilegais e “chocantes para a sociedade”, e tampouco fará intervenções inapropriadas, apenas para se exibir, afirmando que as atitudes eram típicas de seu desafeto.
- Caso venha a ter a honra de ser eleito presidente da mais alta Corte de Justiça do nosso país nos próximos meses, como está previsto nas normas regimentais, estou certo de que de mim não se terá a expectativa de decisões rocambolescas e chocantes para a coletividade, de devassas indevidas em setores administrativos, de tomadas de posição de claro e deliberado confronto para com os poderes constituídos, de intervenções manifestamente ‘gauche’, de puro exibicionismo, que parecem ser o forte do meu agressor do momento - declarou.

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/pais/barbosa-sugere-que-marco-aurelio-so-ministro-por-ser-parente-de-collor-6219012#ixzz27mLUTR3S
© 1996 - 2012. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

MARCAO CAVALCANTE

Datafolha: Geraldo Julio amplia vantagem em Recife e vai a 42%


Datafolha: Geraldo Julio amplia vantagem em Recife e vai a 42%

Em segundo aparece o tucano Daniel Coelho, com 22% à frente do petista Humberto Costa (17%)

Publicado:
Atualizado:
RECIFE - Pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira mostra que o candidato Geraldo Julio (PSB) ampliou em oito pontos percentuais sua vantagem na disputa pela prefeitura de Recife e permanece na liderança da corrida eleitoral, agora com 42% das intenções de voto. Em segundo aparece o adversário do PSDB, Daniel Coelho, com 22%, à frente do petista Humberto Costa, que caiu seis pontos percentuais e tem 17%.

Em seguida aparecem Mendonça (DEM) com 5%, Edna Costa (PPL), com 2% e Jair Pedro (PSTU), com 1%, ao lado de Roberto Numeriano (PCB). Brancos e nulos somam 6% e não sabem, 5%.
A pesquisa, encomendada pela TV Globo e pelo jornal "Folha de S. Paulo", foi realizada entre os dias 25 e 26 de setembro. Foram ouvidas 1.146 pessoas. A margem de erro é de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos. Ela está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE), sob o número PE-00161/2012.

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/pais/datafolha-geraldo-julio-amplia-vantagem-em-recife-vai-42-6215392#ixzz27mJoIUTE
© 1996 - 2012. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

UFMG está à caça de alunos para o curso de Medicina Pela primeira vez, instituição convoca em 8ª chamada excedentes da lista de aprovados, inclusive em medicina. São 174 lugares não ocupados e direção atribui fenômeno ao Enem

UFMG está à caça de alunos para o curso de Medicina Pela primeira vez, instituição convoca em 8ª chamada excedentes da lista de aprovados, inclusive em medicina. São 174 lugares não ocupados e direção atribui fenômeno ao Enem

Flávia Ayer -
Publicação: 25/09/2012 06:00 Atualização: 25/09/2012 06:58

Com as aulas a todo o vapor e em pleno setembro, a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), quem diria, ainda está à procura de candidatos para ocupar 174 vagas. A maior instituição de ensino superior do estado convoca excedentes de 49 cursos para se matricular amanhã e quinta-feira. Grande parte das cadeiras vazias (24) está no curso de medicina, o mais procurado da instituição e que, no último vestibular, alcançou a concorrência de 50 candidatos por vaga. Procedimento comum entre as instituições particulares, pela primeira vez, a UFMG chega à oitava chamada de aprovados no vestibular 2012 e ao recorde de 116 excedentes convocados em medicina.

A instituição, que ofereceu 6.670 vagas no processo seletivo do ano passado, atribui o quadro a um fenômeno nacional posterior à adoção do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no processo seletivo das instituições públicas de ensino superior e tem na medicina, a maior e mais disputada graduação, também seu efeito mais evidente. Com 24 vagas ainda disponíveis, a UFMG já teve este ano um total de 53 cadeiras à espera de estudantes em medicina, o correspondente a 16% das 320 vagas ofertadas.

O histórico de excedentes convocados no curso dá um panorama da situação. Enquanto em 2010, apenas 17 alunos foram chamados para se matricular tardiamente, esse número passou para 109 no ano seguinte, quando o Enem foi substituído pela primeira etapa do vestibular da UFMG. Este ano, o número de excedentes bate novo recorde com 116 alunos já convocados até agora. Bom para a estudante Raquel Gil, de 21 anos. Classificada na 436ª posição em medicina, ela foi a 116ª candidata chamada na oitava lista de aprovados para se matricular na UFMG.

A notícia mudou os rumos da vida dela, que já estava cursando o primeiro período de medicina em Viçosa e agora, de volta a Belo Horizonte, se prepara para ingressar na federal de Minas. “Imaginei que poderia ser aprovada porque no ano passado chamaram 109 candidatos”, conta, sem conter a felicidade. A garota acredita que o grande número de excedentes convocados esteja relacionado a alunos como ela, que fez vestibular em cinco instituições e foi aprovada em todos eles. “Também tentei no Rio e em São Paulo. Com o Enem ficou mais fácil tentar vestibulares em outros lugares”, afirma.

Enem

A pró-reitora de graduação da UFMG, Antônia Vitória Aranha, confirma que o aumento do número de chamadas na UFMG está relacionado ao Enem. “Estamos vivendo uma nova realidade e alunos de todos os cantos se inscrevem nos vestibulares das federais. Isso traz uma diversidade interessante, mas também inconvenientes”, ressalta, citando o caso da federal do Acre. “O curso de medicina no Acre, embora tenha sido bem avaliado, não teve nenhum inscrito na primeira chamada. Isso porque os aprovados optam pela universidade mais cômoda para a realidade dele”, conta.

'Fiquei muito feliz e agora é só festa. Não tenho dúvidas que será um curso de excelente qualidade' - Marianna Fischer, classificada na 404ª posição em medicina (Jackson Romanelli/EM/D.A Press)
"Fiquei muito feliz e agora é só festa. Não tenho dúvidas que será um curso de excelente qualidade" - Marianna Fischer, classificada na 404ª posição em medicina
Apesar de 174 cadeiras não terem sido ocupadas até agora na UFMG, a pró-reitora ressalta não haver risco de vagas sobrarem na universidade. “Elas são destinadas para reopção de curso, rematrícula, obtenção de novo título e transferência de alunos de outras instituições”, garante. Se depender de excedentes como Marianna Fischer, de 22, nem será necessário essa mudança no perfil das vagas. Ela foi uma das aprovadas na sétima chamada para o curso de medicina, abandonou o cursinho e já está frequentando as aulas. “Fiquei muito feliz e agora é só festa. Não tenho dúvidas que será um curso de excelente qualidade”, diz a aluna, classificada na 404ª posição. A instituição classifica o dobro das vagas oferecidas no vestibular.

PALAVRA DE ESPECIALISTA
ALEXANDRE CASTRO, Professor de literatura e diretor de cursinho pré-vestibular

“É o novo modelo”

O aumento do número de chamadas nas federais de Minas é um fenômeno do novo modelo de vestibular adotado. O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) substitui ou faz parte dos processos seletivos e, com isso, abriu os vestibulares das instituições para o Brasil inteiro. O número de aprovados de outros estados aumentou e nem sempre eles migram. Acredito que as instituições darão conta de resolver essas questões rapidamente e que não vá trazer prejuízos.

Inscrições abertas para vestibular da PUC

O vestibular do 1º semestre de 2013 da Pontifícia Universidade Católica (PUC Minas) está com inscrições abertas até 17 de outubro e traz como novidade a abertura dos cursos de biomedicina e tecnologia em agronegócios. As duas novas graduações serão ministradas na unidade de Betim, na região metropolitana. Também foram abertas turmas noturnas de arquitetura e urbanismo e odontologia, no campus Coração Eucarístico, Região Noroeste de Belo Horizonte. A universidade oferece este ano 7.951 vagas, mais de 6 mil delas na capital. Interessados podem se inscrever somente pela internet, no site www.pucminas.br.

Candidatos têm a opção de usar a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no processo seletivo ou fazer o vestibular tradicional. De acordo com a PUC, quem escolher usar o Enem concorre a apenas 15% das vagas, sendo que o restante (85%) é direcionado aos alunos que fizerem as provas da instituição. Os preços das inscrições variam conforme o tipo de prova, o câmpus e até mesmo o curso. Os valores vão de R$ 30 a até R$ 200. A mais cara é para o curso de medicina, que teve neste segundo semestre seu primeiro vestibular.

As provas estão marcadas para 11 de novembro em Belo Horizonte e 17 de novembro nos campi do interior e polos de educação a distância. A PUC informa que o curso de biomedicina terá duração de quatro anos e meio e formará profissionais para conduzir estudos e pesquisas que envolvam as áreas da biologia e da saúde. Já o curso em agronegócios terá duração de três anos e formará gestor em empresas do setor agropecuário.

‘O PT está sendo um parceiro pesado para carregar na eleição’. Alvo de denúncias de corrupção, aliado se queixa do mensalão

‘O PT está sendo um parceiro pesado para carregar na eleição’

Alvo de denúncias de corrupção, aliado se queixa do mensalão

Publicado:
Atualizado:
Fogo amigo . Aliado do PT, Cardoso diz que Lula perdeu força e não ajuda na eleição em Minas Foto: Cristiano Machado/Hoje em Dia/7-10-2009
Fogo amigo . Aliado do PT, Cardoso diz que Lula perdeu força e não ajuda na eleição em Minas Cristiano Machado/Hoje em Dia/7-10-2009
BELO HORIZONTE - Em nome de uma coligação que lhe garanta votos, o candidato Fernando Haddad, do PT, em São Paulo, abraçou o polêmico apoio do deputado Paulo Maluf (PP) e tem sido muito cobrado por isso. No caso de Belo Horizonte, um político alvo de denúncias de corrupção reclama por precisar carregar o pesado PT do mensalão nestas eleições. Com os resultados das pesquisas, que mostram o prefeito Marcio Lacerda (PSB) à frente, o polêmico deputado Newton Cardoso (PMDB), responsável pela indicação do deputado Aloisio Vasconcelos (PMDB) como vice na chapa do petista Patrus Ananias, já jogou a toalha. Diz que o impacto do julgamento no Supremo Tribunal Federal está enterrando não só Patrus, mas levando junto candidatos a vereadores do PMDB. Mas, com a desgraça do PT nestas eleições, ele diz acreditar que o PMDB sairá fortalecido nacionalmente, com mais cacife para negociar a composição da chapa, na campanha à reeleição da presidente Dilma Rousseff em 2014.
O senhor acha que dá para reverter a situação de Patrus Ananias? A vinda da presidente Dilma pode mudar essa situação?
É muito difícil, né? Sou do PMDB, que está coligado com o PT em Belo Horizonte, mas acho que o Patrus está muito longe do Márcio Lacerda. O mensalão está prejudicando muito, não só em Belo Horizonte. Está derrubando também em Recife, São Paulo, para todo lado.
Mas em Belo Horizonte, Lacerda nem tem usado o mensalão na campanha contra o Patrus...
Não é o Marcio Lacerda. É o PT que está sendo julgado a nível nacional. O problema é o PT. O Lula e o PT perderam o discurso, não tem mais aquela coisa do apelo do partido novo, da ética e da moral.
Isso está afetando candidaturas do PMDB na coligação do Patrus?
Não só em Belo Horizonte. Estou sentindo isso na pele. Onde vou, ouço que o Lula não é mais o mesmo, que o lulismo está acabando. O Lula esteve aqui no palanque do Patrus e não ajudou em nada! Ele está perdendo força em razão das denúncias contra o PT.
O que fazer para impedir que isso afete o desempenho do PMDB?
Quem diria? Estamos assistindo a ascensão e queda do PT. Tudo que sobe demais cai com mais força, né? O PT está sendo um parceiro pesado para carregar. Estou viajando e trabalhando muito para que isso não atrapalhe a eleição dos vereadores e prefeitos do PMDB.
Quem vai ocupar o espaço que o PT está perdendo nestas eleições?
Julgo que o PMDB vai acabar ganhando com isso. O partido ganha força para negociar a chapa para presidente em 2014.

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/pais/o-pt-esta-sendo-um-parceiro-pesado-para-carregar-na-eleicao-6219717#ixzz27mIQwD3y
© 1996 - 2012. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Feira promove 'troca-troca' de brinquedos de filhos em BH Evento promete desafiar onda de consumismo que atinge cada vez mais crianças

Feira promove 'troca-troca' de brinquedos de filhos em BH Evento promete desafiar onda de consumismo que atinge cada vez mais crianças

Fernanda Borges
Publicação: 28/09/2012 11:18 Atualização: 28/09/2012 11:51

Lojas de brinquedos já comemoram aumento das compras  (Maria Tereza Correia/EM/D.A Press)
Lojas de brinquedos já comemoram aumento das compras
Se há anos atrás era comum esperar o Dia das Crianças ou o Natal para pedir aquela bicicleta ou um videogame, hoje, a cada passeio ou ida ao shopping ganha-se um mimo. E como não ceder às chantagens dos filhos?

No mês de outubro, uma feira de troca-troca de brinquedos em Belo Horizonte promete desafiar a onda de consumismo que atinge cada vez mais crianças. “Dia das Crianças sem consumismo, é possível?”, brinca umas das coordenadoras do evento, Desirée Ruas.

A feira ocorre pela primeira vez na capital mineira e faz parte do movimento nacional proposto pelo Instituto Alana de São Paulo para que as crianças tenham um Dia das Crianças diferente. Em Belo Horizonte, o evento é organizado pelo Centro de Ecologia Integral, por meio do grupo Consciência e Consumo, que discute questões relativas ao consumo. A Feira de Trocas de Brinquedos será dia 6 de outubro, sábado, de 9h às 12h, no Museu dos Brinquedos.

A proposta é levar pais e filhos a repensarem o consumo incentivado pelos meios de comunicação em épocas como o Dia das Crianças. "A brincadeira e o lúdico independem do consumo e da compra de brinquedos novos. O objetivo é mostrar a possibilidade de um Dia das Crianças diferente," explica Desirée Ruas, do grupo Consciência e Consumo e organizadora da Feira em BH.

Cada criança leva um brinquedo usado em bom estado e troca por outro. E são as crianças que negociam tudo. Haverá também troca de livros infantis. Atrações como roda de sanfona, oficina de desenhos, exposição de ecobonecos e brincadeiras também vão acontecer. As atrações são Rodrigo Libânio, Nuno Arcanjo, Roger Rodson e Rafael Sol. Durante a feira, a entrada no Museu será gratuita.

Gastos

Pesquisa feita pelo Serasa Experian revela que 37% dos pais devem gastar de R$ 51 a R$ 100 com presentes para os filhos no Dia das Crianças deste ano. Em segundo lugar, com 36%, aparecem os pais que pretendem gastar até R$ 50. Com 19% das respostas, estão aqueles que desejam gastar entre R$ 101 e R$ 200, seguidos por 4% que estimam gastar entre R$ 201 e R$ 300.
Em menor percentual, aparecem os pais que pretendem gastar de R$ 301 a R$ 500 (3%) e mais de R$ 500 (1%). No ano passado, a maioria dos pais (42%), gastou até R$ 50 com presentes para os filhos.

Neste ano, 73% dos pais querem presentear seus filhos com brinquedos com brinquedos. em seguida, aparecem com o mesmo grau de preferência, os eletrônicos (6%), roupas, sapatos e acessórios (6%) e jogos eletrônicos (6%).Por fim, aparecem os celulares e smartphones (5%), produtos de informática (3%) e outros (1%).

No Dia das Crianças 2011, os presentes mais ofertados foram brinquedos (70%); celular e smartphone (9%); eletrônicos (7%); roupas, sapatos e acessórios (5%); jogos eletrônicos (5%); produtos de informática (2%); chocolates/doces (1%) e artigos esportivos (1%).