quinta-feira, 28 de junho de 2012

Patrícia

Elvis Presley - Hound Dog (1956) HD

Elvis Presley Jailhouse Rock 1957 colour

The Platters - Only You

Elvis Presley - Love Me Tender

Elvis Presley-My way. PARA MIM, UMA DAS MELHORES.


PARA MIM, UMA DAS MELHORES.


Elvis Presley "It`s Only Love"Legendado

Elvis Presley - It's Impossible






Pink Floyd Tribute in Concert Full Video

Facebook lança recurso para corrigir comentários


Facebook lança recurso para corrigir comentários

AFP - Agence France-Presse
Publicação: 26/06/2012 09:51 Atualização: 26/06/2012 13:12
SAN FRANCISCO, EUA - O Facebook anunciou na última semana que já é possível modificar comentários no lugar de retirá-los como única solução para erros involuntários, muitas vezes vergonhosos, cometidos pelos usuários.

Os mais de 900 milhões de membros do Facebook têm agora a alternativa de corrigir o que escreveram, mas "um arquivo das alterações realizadas" seguirá acessível "para que as pessoas possam ver mais tarde todo o contexto da conversa", informou a porta-voz do Facebook Johanna Peace.

O novo recurso, "em processo de lançamento, deve estar disponível (para todos os usuários) nos próximos dias", revelou Peace.

ATENÇÃO REGIONAL NOROESTE E PAMPULHA DE BELO HORIZONTE. Marcão Cavalcante



ATENÇÃO REGIONAL NOROESTE E PAMPULHA DE BELO HORIZONTE.



A  Prefeitura  de  Belo  Horizonte,  por  meio  da  BHTRANS  e  da  Secretaria  de 
Administração  Regional  Municipal  Noroeste,  informa  que  no  dia  4/7/2012
(quarta-feira)seráinauguradaaligaçãodasavenidasTancredoNeveseD.PedroII.
Serão criados novos acessos aos bairros das regiões Noroeste e Pampulha pela 
Av.  Tancredo Neves,  beneficiando  quem  circula  pela região  e melhorando  a 
fluidez  nas  principais  vias  do  entorno.  Além  disso,  haverá  alterações  do 
transporte coletivo, visando melhorar o atendimento aos usuários das linhas 
404, 3501A, 3501B e 9411.
Confira o novo itinerário das linhas:
3501A e 3501B – Sentido Bairro/Centro: ...Rua Flor das Pedras, Av. Tancredo 
Neves sentido Centro/Bairro, retorno, Av. Tancredo Neves sentido
Bairro/Centro, Av. Dom Pedro II, seguindo pelo itinerário atual.
9411 – Sentido Centro/Bairro: ...Av. Dom Pedro II, Av. Tancredo Neves sentido
Centro/Bairro, retorno, Av. Tancredo Neves sentido Bairro/Centro, Marginal do 
Anel Rodoviário, seguindo pelo itinerário atual.
404– SentidoJardimAlvorada/Av.DomPedroII:...Rua FlordaNoiva,Rua Flor das 
Pedras, Av. Tancredo Neves sentido Centro/Bairro, retorno, Av. Tancredo Neves 
sentido Bairro/centro, Av. Dom Pedro II, (retorno na Rua Carlos Goes), Av. Dom 
Pedro II, Rua Flor das Pedras, seguindo pelo itinerário atual.
A partir de 4/7/2012 (quarta-feira)
Ligação das avenidas Tancredo Neves 
e D. Pedro II

Guns' N Roses - Rock In Rio 2011 Full Concert HD 720p



RED HOT CHILLI PEPPERS ROCK IN RIO 2011 16X9 COMPLETO

Maroon 5 - Rock In Rio 2011 Full Concert HD 720p



ESTAREI LÁ E VOCÊ??? CÂMARA DOS DEPUTADOS FARÁ AUDIÊNCIA PÚBLICA EM BH


ESTAREI LÁ E VOCÊ???


CÂMARA DOS DEPUTADOS FARÁ AUDIÊNCIA PÚBLICA EM BH

Quarta-feira, 27 Junho, 2012
A Câmara dos Deputados realiza em Belo Horizonte nesta quinta-feira (28/6) audiência pública com o objetivo de ouvir a opinião dos cidadãos a respeito de temas em discussão no Legislativo Nacional. O projeto “A Câmara Quer Te Ouvir”, promovido pela Ouvidoria do órgão federal, será às 14h, no Plenário Amynthas de Barros da Câmara Municipal de Belo Horizonte.
Desde 2011, oito capitais brasileiras foram visitadas: Rio de Janeiro (RJ), Natal (RN), Manaus (AM), Campo Grande (MT), Porto Alegre (RS), Florianópolis (SC), Goiânia (GO) e Maceió (AL). Foram discutidos 22 temas, entre eles o enfrentamento ao crack e a outras drogas, homofobia e bullying, segurança pública, reforma política, Copa do Mundo, mobilidade urbana, violência e transportes.
Superintendência de Comunicação Institucional

IGP-M desacelera em junho e fica em 0,66%, diz FGV


IGP-M desacelera em junho e fica em 0,66%, diz FGV

Publicação: 28/06/2012 08:29 Atualização:
A inflação medida pelo Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) desacelerou em junho. O indicador subiu 0,66% neste mês, após a alta de 1,02% em maio, de acordo com a Fundação Getúlio Vargas (FGV). A taxa ficou no teto das estimativas dos analistas do mercado financeiro consultados pelo AE Projeções, de 0,66%, enquanto o piso era de 0,50%. Com base no intervalo das previsões, a mediana encontrada era de 0,58%.
Saiba mais...

Nos três subíndices que compõem o IGP-M, o IPA-M subiu 0,74% em junho, depois de avançar 1,17% no mês anterior. O IPC-M teve expansão de 0,17%, contra taxa positiva de 0,49% em maio. Já o INCC-M ficou em 1,31% em junho frente a uma variação de 1,30% no mês passado, como já havia informado a FGV na terça-feira.

A taxa acumulada do IGP-M é utilizada como base para indexar grande parte dos contratos de aluguel. Até junho, o indicador acumula taxas de 3,19% no ano e de 5,14% nos últimos 12 meses. O período de coleta de preços para cálculo do IGP-M deste mês foi do dia 20 de maio ao dia 20 de junho.

Coldplay - Full Concert (Radio 2 In Concert, 2011) [HQ Audio]

Carro do Google Street View é flagrado em faixa exclusiva de ônibus


Carro do Google Street View é flagrado em faixa exclusiva de ônibusHá aproximadamente 80 carros do serviço sendo utilizados para fotografar as vias de todo o país

Fernando Braga - Correio Braziliense
Publicação: 27/06/2012 19:55 Atualização: 27/06/2012 20:13
Carro do Google Street View flagrado em infração de trânsito no DF (Reprodução/ CB/ Blog Digital)
Carro do Google Street View flagrado em infração de trânsito no DF
Acostumado a surpreender pessoas em situações inusitadas no meio da rua, o carro do Google Street View, responsável por fotografar as vias de cidades e disponibilizá-las em mapas interativos na internet, acabou sendo flagrado na tarde desta quarta-feira utilizando irregularmente a faixa exclusiva de ônibus na Estrada Parque Taguatinga (EPTG), em Brasília-DF.


A infração ocorreu por volta das 17h15 no sentido Taguatinga - Plano Piloto, próximo a casa do governador. Dirigindo acima da velocidade limite da via, que é de 80km/h, o veículo, uma Chevrolet Captiva caracterizada com os adesivos da empresa de internet, não respeitou o corredor exclusivo para tráfego de coletivos e táxis e usou a faixa para utlrapassar outros carros que trafegavam na via. 

Os carros do Google Street View estão na cidade desde agosto de 2011, capturando fotos das ruas da capital para disponibilizá-las no serviço on-line da empresa. De acordo com a companhia, os veículos utilizados são guiados por motoristas contratados de uma empresa terceirizada e que são instruídos a obedecer todas as regras de trânsito. Segundo a assessoria do Google, não é necessário que o carro trafegue em uma velocidade lenta para conseguir realizar a captura das imagens. "A cada 10 metros percorridos, a câmera instalada em cima do veículo consegue fotografar 15 imagens em 360 graus, não importando se o carro está a 40km/h ou 80km/h", explicou a assessoria. 

Ainda de acordo com a empresa, há aproximadamente 80 carros do serviço sendo utilizados para fotografar as vias de todo o país. A companhia não soube precisar, no entanto, a quantidade de carros dedicada para realizar o mapeamento apenas de Brasília.

Aprovada pena maior por exploração sexual. PARABÉNS, REALMENTE ME DEIXA EMOCIONADO QUANDO OS NOSSOS REPRESENTANTES APROVAM PROJETOS QUE VÃO CONTRIBUIR PARA A SOCIEDADE.

PARABÉNS, REALMENTE ME DEIXA EMOCIONADO QUANDO OS NOSSOS REPRESENTANTES APROVAM PROJETOS QUE VÃO CONTRIBUIR PARA A SOCIEDADE.




Aprovada pena maior por exploração sexualCom a nova redação, tanto gerentes quanto donos de estabelecimentos onde ocorrerem crimes, por exemplo, estão sujeitos às mesmas penalidades de quem comete o ato.

Publicação: 28/06/2012 08:59 Atualização:
Explorar sexualmente uma criança ou adolescente pode render mais tempo de prisão do que o previsto atualmente pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). A pena, que hoje vai de 4 a 10 anos, pode passar para o período de 6 a 12 anos, além da multa, de acordo com a proposta de alteração do ECA, aprovada ontem na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado Federal. O texto, que segue agora para a Câmara, caso não haja recursos para votação em plenário, também valerá para quem estimular essas práticas pela internet ou incentivar a prostituição infantil.

Saiba mais...
Com a nova redação, tanto gerentes quanto donos de estabelecimentos onde ocorrerem crimes, por exemplo, estão sujeitos às mesmas penalidades de quem comete o ato. A intenção, de acordo com o autor da proposta, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), é proteger a integridade das crianças e adolescentes e incentivar uma cultura de prevenção dessas atividades. “Em breve, o Brasil vai sediar eventos internacionais importantes, a Copa, em 2014, e as Olimpíadas, em 2016, e esse projeto amplia a pena de reclusão para esses crimes”, afirmou.

Dados do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) indicaram que, em 2010, cerca de 250 mil crianças se prostituíam no Brasil. Prevendo uma possível redução desse número, em seu voto, o relator do texto, senador Eunício Oliveira (PMDB-CE), destacou que a matéria está de acordo com o Protocolo Facultativo para a Convenção sobre os Direitos da Criança da Organização das Nações Unidas, também assinada pelo Brasil. Ele lembrou ainda que esse tipo de crime é difícil de punir por ser discreto e silencioso.

A expectativa é de que a nova proposta desestimule as pessoas a cometerem o crime. A presidente da Comissão de Infância e Juventude do Instituto Brasileiro de Direito de Família, Tânia da Silva Pereira, considera que qualquer medida que penalize esse tipo de ato é bem-vinda pelo seu caráter preventivo e educativo. “A pessoa vai estar sabendo que não é brincadeira, que existe rigor”, afirma.

VÁCUO JURÍDICO Os especialistas, porém, chamam atenção para o fato de que a Lei de Crimes Sexuais, em vigor desde 2009, já prevê penas maiores que a do ECA para esse tipo de crime. “Minha apreensão é de que haja uma incompatibilidade”, alerta Tânia. Apesar de ver avanço na questão do enquadramento de quem estimula o crime pela internet, o advogado criminalista Bruno Rodrigues ressalta que o Código Penal já prevê pena de 8 a 12 anos para quem explora sexualmente menores de 18 anos. “Ficou um vácuo entre quem pratica e quem estimula, pois essa proposta prevê um mínimo de 6 anos para a pessoa que incentivar, que pode ser um coautor, e a outra legislação tem a pena mínima de 8 anos”, alerta. Na opinião do especialista, o legislativo, muitas vezes, segue uma tendência de querer tipificar algo que já é tipificado.

Se aprovada, a lei estabelecerá ainda um novo dispositivo na Política Nacional de Turismo, exigindo a inclusão explícita de um tratamento especial a crianças e adolescentes. O texto atual do plano de turismo fala em “prevenir e combater as atividades turísticas relacionadas aos abusos de natureza sexual”, em destaque à praticada contra crianças e adolescentes.

MUITO NECESSÁRIO . BEM, QUE PODERIAM TER INCLUÍDO MAIS ARTIGOS NO CASO DE CORRUPÇÃO ATIVA / PASSIVA. Código Penal reformulado é entregue no Senado

MUITO NECESSÁRIO . BEM, QUE PODERIAM TER INCLUÍDO MAIS ARTIGOS NO CASO DE CORRUPÇÃO ATIVA / PASSIVA.


Código Penal reformulado é entregue no SenadoMaus-tratos a animais, fetos anencéfalos, eutanásia, grampos ilegais e jogo do bicho estão entre as sugestões de mudança

Publicação: 28/06/2012 08:52 Atualização:
A comissão de juristas convidada pelo Senado para dar início à reforma do Código Penal entregou nessa quarta-feira, depois de sete meses de trabalho, um documento de 400 páginas com as sugestões. O calhamaço, recebido pelo presidente da Casa, senador José Sarney (PMDB-AP), chega em forma de anteprojeto e vai tramitar normalmente, passando pela Comissão de Constituição e Justiça, antes de ser apreciado no plenário, o que deve acontecer até o fim deste ano.

Saiba mais...
A iniciativa de Sarney em convidar especialistas para dar o pontapé inicial na reformulação da legislação, criada em 1940, gerou melindre entre parlamentares. Por isso, não está descartada a criação de uma outra comissão – de senadores – para analisar e alterar as propostas elaboradas pelos juristas. A polêmica ganha força principalmente na bancada religiosa do Congresso, que critica algumas das principais sugestões, como a ampliação dos casos em que o aborto seria considerado legal – quando constatada a anencefalia do feto ou até a 12ª semana de gestação, caso médicos e psicólogos atestem que a mãe não tem condições de arcar com a maternidade.

“No Brasil, há desigualdades sociais, religiosas, filosóficas e de ordem moral. Aborto é um tema polêmico e é bom dizer que continua sendo crime. O que sugerimos é ampliar as possibilidades de aborto legal. Nossa proposta é de um código equilibrado. Ele não é drástico nem liberalizante, mas o parlamento vai desempenhar sua função e promover a mais ampla discussão sobre o nosso trabalho”, ponderou o presidente da comissão de juristas, Gilson Dipp, ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Entre as sugestões, há também a criminalização da exploração de jogos de azar (até então considerado contravenção), a caracterização e estipulação de penas para crimes cibernéticos, bullying e de terrorismo, descriminalização do porte de drogas para consumo pessoal, além de transformar em crimes hediondos o financiamento do tráfico de drogas, o trabalho escravo e o racismo. Em contrapartida, outras práticas deixam de ser crime, como a bigamia.

PRIORIDADE 

A reformulação do Código Penal é considerada prioridade por Sarney, que quer deixar a presidência da Casa com o documento modernizado. “As leis, por si sós, não são a solução para todos os problemas. É necessário que sejam aplicadas. Hoje, assistimos à falência completa do sistema de segurança pública do Brasil”, afirmou Sarney. Ele disse que o fato de a Câmara dos Deputados também estar elaborando alterações no Código Penal não cria um conflito: “As duas Casas vão entrar em acordo e cada uma delas dará a sua contribuição. Esse é o parlamento, a democracia”.

ALGUMAS SUGESTÕES

» Enriquecimento incompatível com a renda declarada por políticos, juízes e demais servidores públicos passa a ser crime

» Jogo do bicho deixa de ser contravenção para virar crime

» Aumento das penas para grampos ilegais

» Maus-tratos a animais serão punidos com penas maiores

» Ampliação da lista de crimes hediondos

» Em caso de eutanásia, o juiz poderá deixar de aplicar pena

» Gravidez pode ser interrompida em caso de anencefalia

PARABENS A POLICIA FEDERAL POR INVESTIGAR E BUSCAR ESTES CRIMINOSOS QUE INCENTIVAM O ABUSO E DESRESPEITO DE NOSSAS CRIANÇAS E ADOLESCENTES. NESTES MOMENTOS E OUTROS MUITOS MOMENTOS TENHO ORGULHO DE SER BRASILEIRO. PRESERVEMOS, NOSSAS CRIANÇAS, JOVENS, MULHERES, IDOSOS, PORTADORES DE DEFICIÊNCIA E SOCIEDADE. PF prende 4 por divulgação de pornografia pela internet

PARABENS A POLICIA FEDERAL POR INVESTIGAR E BUSCAR ESTES CRIMINOSOS QUE INCENTIVAM O ABUSO E DESRESPEITO DE NOSSAS CRIANÇAS E ADOLESCENTES.

NESTES MOMENTOS E OUTROS MUITOS MOMENTOS TENHO ORGULHO DE SER BRASILEIRO.

PRESERVEMOS, NOSSAS CRIANÇAS, JOVENS, MULHERES, IDOSOS, PORTADORES DE DEFICIÊNCIA E SOCIEDADE.




PF prende 4 por divulgação de pornografia pela internetEstão sendo cumpridos 50 mandados de busca e apreensão e 15 mandados de prisão em Minas, DF e outros 10 Estados do país

Publicação: 28/06/2012 08:44 Atualização:
Pelo menos quatro pessoas foram presas acusadas de integrar uma rede internacional de divulgação de pornografia, inclusive de imagens de abuso sexual, que atuava em 11 Estados e no Distrito Federal, segundo informações da Polícia Federal. As prisões foram feitas no Rio Grande do Sul, durante cumprimento de mandados de prisão e em flagrante, segundo a PF.

A Operação DirtyNet foi desencadeada por volta das 6h desta quinta-feira, com o objetivo de desarticular uma quadrilha que compartilhava material de pornografia infantil na internet. Estão sendo cumpridos 50 mandados de busca e apreensão e 15 mandados de prisão nos Estados do Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Bahia, Ceará, Pernambuco, Maranhão, Rio Grande do Norte e no Distrito Federal.

Segundo a PF, integrantes do grupo trocavam arquivos contendo cenas degradantes de adolescentes, crianças e até bebês em contexto de abuso sexual. Além da troca de arquivos, foram identificados ainda relatos de outros crimes praticados pelos envolvidos contra crianças, inclusive com menção a estupro cometido contra os próprios filhos, sequestros, assassinatos e atos de canibalismo, informou a PF.

Os alvos brasileiros compartilhavam material de pornografia infantil ainda com outros usuários da internet em mais 34 países. Os países envolvidos foram informados pela Interpol sobre a investigação para que continuem as investigações a fim de identificar todos os envolvidos.

Coldplay - Full Concert (Radio 2 In Concert, 2011) [HQ Audio]

Fhemig demite servidores


Fhemig demite servidoresSaúde substitui contratados por concursados e diz que paralisação não prejudica atendimento à população

Publicação: 28/06/2012 06:00 Atualização: 28/06/2012 06:51

A Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) demitiu ontem 133 funcionários com contratos administrativos e convocou concursados para substituí-los. A Secretaria de Estado de Saúde (SES) informou que a greve dos servidores, iniciada no dia 14, não afeta o atendimento e a população não está prejudicada, pois não há hospitais trabalhando em escala mínima. “Dos cerca de 13 mil servidores da Fhemig, aproximadamente 10% aderiram à paralisação. Em oito dos 21 hospitais da rede nenhum servidor aderiu à greve. Além disso, a paralisação não inclui os médicos e se restringe a enfermeiros e técnicos de enfermagem”, informa nota da SES. “O governo de Minas reafirma que sempre esteve aberto a negociações”, acrescenta. 

O diretor do Sindicato dos Trabalhadores da Saúde (SindSaúde), Renato Barros, disse que a Fhemig já vem fazendo, há algum tempo, a substituição dos contratos administrativos pelos concursados. “Faremos a defesa de todos os trabalhadores demitidos na ilegalidade. Agora, não temos como questionar aqueles que estão sendo nomeados em substituição aos contratos administrativos”, afirma. Segundo ele, a greve continua e a próxima assembleia está marcada para a quarta-feira da próxima semana. 

De acordo com a SES, o diálogo e as negociações com sindicatos acorrem desde fevereiro. No dia 19, durante mais uma rodada de negociação com dirigentes da Asthemg e do SindSaúde, o governo apresentou proposta que atende reivindicações das entidades, com a concessão de reajustes salariais e de benefícios relativos à gratificação complementar, insalubridade, adicional noturno e de emergência. “A implementação das medidas implicará impacto anual de R$ 100 milhões no orçamento da SES”, informa a nota.

De acordo com a proposta apresentada, a gratificação complementar concedida a auxiliares de apoio, técnico operacional, enfermeiros e analistas de gestão e assistência à saúde da Fhemig aumentará de 20,7% para 30% a partir de agosto deste ano. A gratificação complementar aumenta para 40% em agosto de 2013 e para 50% em agosto de 2014. Outra proposta é aumentar em 330% a base de cálculo da insalubridade, que passaria de R$ 200 para R$ 660, além de adicional noturno de 20% sobre o valor da hora noturna para servidores que têm direito aos benefícios.

Outra sinalização é o aumento de 50% no valor do adicional de emergência, concedido a todos os profissionais do setor de urgência e emergência na Fhemig. Em relação aos profissionais que atuam na Fundação Hemominas, será criada uma gratificação complementar para equiparar o valor final da remuneração (composta pelo vencimento básico e gratificação complementar) com os profissionais da Fundação Hospitalar, contemplando auxiliares, assistentes técnicos e analistas de hematologia e hemoterapia.

Estradas sem licença são alvo do MP em Minas


Estradas sem licença são alvo do MP em MinasMinistério Público estadual cobra estudos e autorizações de rodovias mineiras e recomenda instalação de equipamentos nas pistas para proteger meio ambiente

Publicação: 28/06/2012 06:00 Atualização: 28/06/2012 06:51
Na MG-030, resíduos despejados na canaleta vão direto para a natureza, poluindo o meio ambiente (Marcos Michelin/EM/D.A Press)
Na MG-030, resíduos despejados na canaleta vão direto para a natureza, poluindo o meio ambiente
Rodovias mineiras, a maioria das quais não têm equipamentos para proteger entorno das pistas, estão sem licença ambiental de operação. A falta dessa autorização – necessária para o funcionamento de qualquer empreendimento – levou os 12 coordenadores regionais das promotorias de meio ambiente de Minas Gerais a enviar recomendação ao governo do estado cobrando a adequação das estradas. Segundo o documento, novos estudos de impacto ambiental deverão ser feitos nas rodovias. Além disso, estruturas para minimizar impacto do transporte devem ser instaladas. Depois que receber o documento, a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) terá 60 dias para dar resposta. Se a recomendação não for acatada, o MP pode ajuizar ação civil pública.

Ações judiciais para tentar melhorar condições das estradas são tema da última reportagem da série sobre os impactos do transporte sobre o meio ambiente. Em Minas, a constatação de que praticamente nenhuma das estradas da malha estadual tinha licença ambiental de operação foi feita pelo coordenador da Promotoria de Meio Ambiente do Alto São Francisco, Mauro da Fonseca Ellovitch. “Devido aos episódios de poluição e impactos sobre a fauna causados pelo uso das estradas da região, pedimos que o DER-MG e o Dnit nos enviassem as licenças ambientais de operação. São autorizações necessárias para conduzir qualquer atividade, que constam na resolução 237 do Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama)”, conta o promotor.

Os dois órgãos que gerenciam, respectivamente, as estradas estaduais e federais, enviaram apenas licenças para duplicação, alargamento e recapeamento. A falta da autorização se deve ao fato de as vias serem muito antigas. De acordo com a assessoria de imprensa do Ministério Público, a Semad ainda não respondeu oficialmente à recomendação, mas deve fazê-lo nos próximos dias.

Problemas Não é preciso se distanciar muito da capital mineira para constatar que a própria engenharia das rodovias estaduais contribui para que qualquer resíduo seja destinado ao leito de mananciais que abastecem a Região Metropolitana de Belo Horizonte. A MG-030, que liga a capital às cidades de Nova Lima, Rio Acima e Raposos, tem oito pontes em trecho de 40 quilômetros, inclusive sobre o Rio das Velhas, que abastece a capital mineira, e córregos de sua bacia como o dos Macacos e do Pascoal. As calhas que servem para captar a água das chuvas sobre a pista desembocam diretamente nesses cursos d’água.

Na área de abrangência da coordenadoria do MP no Alto São Francisco, as MGs 050, 164, 176, 270, 341, 801, 824 e 827 não têm a autorização ambiental para operação. A situação se repete em outras comarcas mineiras, o que levou os coordenadores de todas as 12 promotorias a elaborar a recomendação à Semad. O promotor Mauro Ellovitch destaca que um dos principais ganhos dessa ação é a elaboração de estudos para apontar locais em que a fauna é mais ameaçada e mananciais são mais atingidos por derramamento de óleos e graxas. Áreas vulneráveis a vazamentos de cargas também devem ser apontadas. “Só com o estudo ambiental as rodovias deverão obter o Licenciamento de Operação Corretiva, sanando todos os problemas que trazem prejuízos às sociedade e ao meio ambiente”, disse o promotor.

A Semad informou que “seguirá adotando as regras já existentes para o licenciamento ambiental, previstas na Deliberação Normativa (DN) 74/04 do Conselho Estadual de Política Ambiental (Copam) e na Resolução 01/86 do Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama)”. A secretaria, contudo, informa que o DER/MG deve cumprir todas as exigências ambientais, “sob pena de incursão em infrações e crimes descritos na legislação”.


Especialistas defendem uso racional de rodovias

Um passo importante para reduzir os impactos ambientais do transporte no Brasil, na avaliação de especialistas, seria otimizar a utilização e interligar os vários tipos de meios de escoamento de carga no país. “Os impactos são severos quando um meio é usado à exaustão, como as rodovias. O Brasil é rico em hidrovias e poderia usar mais esses rios para escoar a produção”, afirma o diretor executivo da Confederação Nacional do Transporte (CNT), Bruno Batista.

De acordo com o Ministério dos Transportes, “ainda persiste uma desequilibrada distribuição na matriz de transportes no Brasil”. Para se ter uma ideia, em 2005, para um total de transporte de 850 milhões de toneladas por quilômetro útil (tku), o transporte rodoviário era responsável por 58% da movimentação de cargas, o ferroviário por 25%, o aquaviário por 13% e o dutoviário e o aéreo, juntos, por 4%. “O nosso potencial seria muito melhor aproveitado se investíssemos mais nas hidrovias. Isso teria impactos imediatos nos problemas ambientais, seja na redução da poluição ou ameaça à fauna”, indica Batista. “O problema é que não se pode abandonar o transporte rodoviário, ou o país vai parar”, alerta.

O Ministério dos Transportes informa que planeja, até 2025, reduzir a importância rodoviária para 30%, e aumentar o ferroviário (35%), o aquaviário (29%) e o dutoviário e aéreo (6%).

Obrigar que as rodovias sejam adequadas todas de uma vez, por força judicial, também não seria uma medida responsável, na análise do engenheiro civil e coordenador do grupo de trabalho de transporte e trânsito do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea) de Minas Gerais, Erzio Mansur.

“A primeira coisa a ser feita é ver onde os impactos estão acima do que o meio ambiente tolera”, defende. De acordo com ele há técnicas que permitem combater a poluição e as ameaças a flora e a fauna, como drenagens para remover os resíduos do tráfego e cargas que vazam para áreas de controle da via e barreiras para bloquear o acesso de animais silvestres.
 

Coldplay - Full Concert (Radio 2 In Concert, 2011) [HQ Audio]

O QUE SERÁ DE NOSSA JUVENTUDE QUE SÃO VITIMAS DAS VIOLÊNCIAS DO TRANSITO, TRÁFICO, VIOLAÇÕES DE DIREITOS, POR FALTA DE HOSPITAIS, AGENTES E VITIMAS DE HOMICÍDIOS. UMA PENA E É IRREPARÁVEL A SOCIEDADE. Aumenta número de jovens presos em Minas

O QUE SERÁ DE NOSSA JUVENTUDE QUE SÃO VITIMAS DAS VIOLÊNCIAS DO TRANSITO, TRÁFICO, VIOLAÇÕES DE DIREITOS, POR FALTA DE HOSPITAIS, AGENTES E VITIMAS DE HOMICÍDIOS.

UMA PENA E É IRREPARÁVEL A SOCIEDADE.



Aumenta número de jovens presos em MinasEntre 2008 e 2012, número de detentos entre 18 e 25 anos nos presídios de Minas Gerais registrou crescimento de 162%

Publicação: 28/06/2012 06:00 Atualização: 28/06/2012 06:52
'É uma coisa que a gente nunca imagina que vai acontecer, uma dor grande', *Paula, mãe de rapaz preso aos 18 anos (Juarez Rodrigues/EM/D.A PRESS)
"É uma coisa que a gente nunca imagina que vai acontecer, uma dor grande", *Paula, mãe de rapaz preso aos 18 anos
A auxiliar de serviços gerais Paula*, de 36 anos, nunca imaginou que o tráfico de drogas, crime cujo crescimento explodiu no país nos últimos anos, interferiria no futuro de sua família. Mas há seis meses veio o golpe. Aos 18 anos, o mais velho de seus quatro filhos foi preso em flagrante vendendo pedras de crack em um aglomerado da Região Oeste de BH e desde então está detido à espera de julgamento. O caso do rapaz é o retrato do aumento expressivo do número de presos entre 18 e 25 anos nas unidades prisionais de Minas Gerais nos últimos quatro anos. 

No fim de 2008, quando pouco mais de 30 mil pessoas estavam detidas sob a tutela do estado, 6,2 mil tinham entre 18 e 25 anos. Hoje, entre os 43 mil homens e mulheres privados de liberdade, 16,3 mil têm entre 18 e 25 anos, o que representa um aumento de 162% no número de presos desta faixa etária. Se em 2008 o percentual de detentos até 25 anos representava 20,4% do total, levantamento concluído em 5 de junho mostra que esse índice subiu para 37,7%. A única coisa que não mudou entre 2008 e 2012, de acordo com a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), é a razão pela qual as pessoas são presas: o tráfico de drogas continua sendo o crime que mais leva à cadeia, seja de forma provisória ou definitiva.

O filho de Paula foi preso em flagrante ao tentar vender 30 pedras de crack. Na época, no início deste ano, ele tinha 18 anos. Hoje, com 19 e, de acordo com a mãe, está arrependido de ter se envolvido com o tráfico de drogas. “Ele saiu de casa por conta de um relacionamento amoroso e as amizades acabaram o levando para esse mundo do crime,” garante a mãe, que acredita na reabilitação do filho.

 Ainda segundo a auxiliar de serviços gerais, seu filho estava empregado, mas acabou seduzido pela possibilidade de ganhar dinheiro fácil. “É triste, porque ele tinha um trabalho no almoxarifado de uma empresa. Foi um golpe muito duro, pois é uma coisa que a gente nunca imagina que vai acontecer, uma dor grande. Fugiu completamente do meu controle. Pelo menos serve de lição para eu prestar mais atenção nos meus filhos e não deixar acontecer a mesma coisa”, acrescenta Paula. O futuro do seu filho será definido mês que vem, quando ele terá uma audiência na Justiça. Hoje, ele integra o contingente de 22,2 mil presos provisórios à disposição do Judiciário.

Sem amparo

O aumento do número de presos jovens no sistema carcerário de Minas Gerais verificado nos últimos quatro anos (veja quadro) é um fenômeno que atrai a atenção de especialistas e que, segundo esses estudiosos, resulta de uma série de fatores, entre os quais está a ausência do poder público. Para o professor da Puc/Minas e membro do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, Robson Sávio Reis Souza, o fato pode ser explicado principalmente pela falta de amparo do estado em uma determinada faixa etária. 

“Começa aos 12 anos, no fim da infância, e passa pela adolescência. É nesse período que faltam as políticas públicas. Não temos no Brasil escolas em tempo integral, faltam programas de primeiro emprego que funcionem e, além de tudo, muitas famílias são desestruturadas”, afirma o especialista. Ele também cita a ineficiência do sistema socioeducativo, de onde os jovens saem pior do que entraram, o incremento do tráfico e a facilidade de acesso a armas, o que aumenta a letalidade dos crimes. “A grande oferta de armas faz com que hoje as pessoas matem e morram muito cedo”, completa Robson Sávio.

Outro dado que se observa nos levantamentos repassados pela Seds é o aumento da população carcerária com idade superior a 26 anos, mas em índice mais discreto em comparação com os presos mais jovens. Em 2008, pouco mais de 24 mil detentos tinham 26 anos ou mais. Neste ano, são quase 27 mil na mesma faixa, o que significa um aumento 10,9%, bem abaixo dos 162% observados entre 18 e 25 anos.

 A reportagem do Estado de Minas fez contato com a Seds por telefone e por e-mail para comentar o assunto, mas até o fechamento da edição não obteve retorno. 
* Nome fictício


Tráfico, motivo aior da prisão


Os dados da Seds mostram que os presos por tráfico de drogas em 2012 representam 38% da população carcerária do estado. Em segundo lugar estão os detidos por roubos e em terceiro aparecem os presos por furtos, considerados crimes contra o patrimônio. Ao todo são 16.483 encarcerados por envolvimento com a venda de entorpecentes, com 4.821 entre 18 e 25 ano, 4.284 de 26 a 30 anos, 3.410 de 31 a 35 anos e 3.956 com idade superior a 35 anos.

Quando comparados com os números de 2008, quando os presos por tráfico de drogas representavam 54% da população carcerária, os dados desse ano mostram uma queda (veja quadro), mas mesmo assim a situação é preocupante. Segundo Maria de Lourdes de Oliveira Silva, representante da Pastoral Carcerária de Belo Horizonte, a atração que o tráfico de drogas exerce sobre os jovens é muito grande, entre outros fatores que os levam a praticar esse tipo de crime.

“Eles vêm de uma situação socioeconômica difícil e são seduzidos pelo poder paralelo dos traficantes”, diz Maria de Lourdes. Ainda segundo ela, outro problema é o histórico desses jovens. “Muitos têm os direitos negados durante a infância e a juventude. Chega uma hora que entram no crime para se afirmar”, completa.

Já o professor Robson Sávio Reis Souza observa que a cadeia de atividades ligadas ao tráfico de drogas pode explicar o expressivo número de pessoas presas pela prática desse crime. “O tráfico envolve muitas pessoas e que também se conecta com uma série de outras modalidades, que podem ser legais e ilegais. muitas pessoas acabam presas pela prática de outras modalidades de crimes que são usadas, inclusive, para financiar o tráfico, completa o especialista.

Avenida Nossa Senhora do Carmo: o corredor do desrespeito


Avenida Nossa Senhora do Carmo: o corredor do desrespeito

Publicação: 28/06/2012 06:00 Atualização: 28/06/2012 06:52
Equipamento móvel registrou na Avenida Carlos Luz maior velocidade poucos quarteirões após o radar ( Paulo Filgueiras/Em/D.A Press)
Equipamento móvel registrou na Avenida Carlos Luz maior velocidade poucos quarteirões após o radar
Palco de acidentes de graves acidentes nos últimos anos, como o que matou três pessoas no dia 6, a Avenida Nossa Senhora do Carmo foi onde a reportagem do Estado de Minas encontrou nessa quarta-feira mais motoristas acelerando acima da velocidade permitida, apenas 300 metros depois da lombada eletrônica próxima ao Shopping Ponteio, no Bairro Santa Lúcia, Região Centro-Sul de Belo Horizonte. A equipe percorreu quatro dos principais corredores da cidade com um radar móvel e verificou que muitos veículos aceleram acima do permitido logo depois de passar pela fiscalização. 

Na avenida da Zona Sul, dos 180 veículos monitorados entre as 13h05 e as 13h10, 100 (55,5%) superaram os 60 km/h permitidos no trecho pouco depois de passar pela fiscalização. Desses condutores, 55 (30,5%) desenvolviam velocidades acima de 66 km/h, o limite para receber multas e perder pontos na carteira.

A via, como a Avenida Carlos Luz e Raja Gabaglia, que estão entre as mais importantes da cidade, não recebeu nenhum dos 13 novos radares fixos instalados pela BHTrans entre 2010 e 2011, como medida de controle de velocidade e redução de acidentes. No período também não foi registrada redução das ocorrências referentes a batidas e colisões, mesmo com o incremento da fiscalização eletrônica. No ano passado, a Polícia Civil informou ter registrado 25.307 acidentes na capital mineira, contra 20.699 do ano anterior. Neste ano já foram 4.994 ocorrências de veículos acidentados. A média desses 90 dias, de 55,5 acidentes a cada 24 horas, ainda está abaixo da registrada nos últimos dois anos, que foi de 56,7 em 2010 e 69,3 no ano seguinte.

Segundo local onde os motoristas mais ultrapassaram a velocidade permitida ao vencer os 300 primeiros metros após os radares, a Avenida Carlos Luz chegou a registrar ontem 25,7% de condutores acima da velocidade de 60 km/h. Dos 57 que passaram por lá entre as 11h35 e as 11h40, 13 (15,8%) não cumpriam o limite. Desses, nove estavam acima da tolerância de 10%, ou seja, seguiam a mais de 66 km/h. A via também foi onde a maior velocidade foi registrada, com uma BMW chegando a 89 km/h.

Para o mestre em engenharia de transportes e professor da PUC Minas Paulo Rogério da Silva Monteiro, os radares devem ter limites que façam sentido para quem percorre a via, ou isso se torna mais um estímulo a ultrapassar a velocidade máxima, mesmo em áreas monitoradas. “Se a pessoa sente que poderia dirigir mais rápido, mas um radar lhe impõe uma velocidade muito baixa, a tendência é de que haja transgressão do limite. Por isso a regulamentação deve ser coerente”, disse.

quarta-feira, 27 de junho de 2012

Festival Vitória Cine Vídeo abre inscrições para mostras competitivas


Filmes de qualquer duração finalizados em 2011 e 2012 produzidos por empresas e produtores brasileiros podem participar da seleção do Vitória Cine Vídeo. Para inscrever sua obra na 19º edição do festival é necessário enviar a obra para o endereço escrito no regulamento com três fotos digitais em JPG ou TIF, com 300 dpi de qualidade; o cartaz do filme, se houver; e a ficha de inscrição preenchida até 25 de julho. Os custos de envio ficam por conta do concorrente.

O festival irá premiar as obras selecionadas nos seguintes quesitos: Curta Capixaba, Ficção, Documentário, Animação, Direção, Fotografia, Roteiro, Trilha Sonora, Montagem, Direção de Arte, Produção, Ator, Atriz, Melhor Longa-Metragem e Prêmio do Júri Popular. Para o vencedor de cada categoria, uma comissão julgadora irá entregar o troféu Marlin Azul.

O VCV possui uma versão itinerante gratuita que é realizada no início do ano e percorre a região litorânea do Espírito Santo, terminando na capital. Em cada uma das cidades em que o festival parava, era sorteada uma bicicleta.

Entre 25 de janeiro e e 12 de fevereiro de 2012, a edição móvel saiu de Manguinhos e foi até Vitória, exibindo curtas-metragens nacionais como “A Melhor Idade”, de Angelo Defanti e “Como Comer Um Elefante”, de Jansen Riveira, entre outras obras de ficção e animação.

Fonte: ANCINE

9º Festival Internacional de Cinema Feminino bate recorde de inscrições


A 9ª edição do Festival Internacional de Cinema Feminino – FEMINA, que acontece de 3 a 8 de julho na Caixa Cultural do Rio de Janeiro, recebeu mais de 800 inscritos, de 61 países, selecionando 90 filmes, entre longas, médias e curtas-metragens de 24 países, dedicados a produções cinematográficas dirigidas por mulheres e/ou com temática feminina.

Em 2012, a homenageada será Zezé Motta, atriz consagrada por interpretar a personagem principal do filme “Xica da Silva”, que será exibido no evento.

Além das mostras competitivas Internacional e Nacional, o festival também apresenta as sessões especiais divididas em Programa Infantil (com curtas-metragens de animação e ficção para o público infanto-juveni), sessão Masculino-Feminino (com filmes dirigidos por homens com temática feminina), sessão Dividindo a Conta (com filmes co-dirigidos por homens e mulheres), Programa Experimental (com filmes experimentais dirigidos por mulheres), sessão Eu Gosto é de Mulher (com filmes dirigidos por mulheres com temática lésbica) e Programa Especial (com filmes que se aproximam do Femina através da linguagem, temática ou gênero).

A competição das mostras será avaliada durante a semana do evento. Todos os filmes participantes foram realizados a partir de 2010. Entre os jurados está a atriz Simone Spoladore que participará do Júri Internacional. Os júris vão premiar os filmes nas categorias: Grande Prêmio Femina, Prêmio Especial do Júri, Melhor direção e Melhor destaque feminino.

O festival promove ainda o seminário FEMINA, de 5 a 7 de julho, com participação de diretoras e estudiosos, debatendo com o público temas como identidade, sexualidade e gênero. As inscrições poderão ser feitas através do site do evento. A entrada é gratuita.

Mais informações na página oficial do FEMINA.

Fonte: ANCINE

Projeto Memória do Esporte Olímpico abre seleção para apoio a documentários


Estão abertas até o dia 24 de setembro as inscrições para o segundo concurso de seleção de projetos e apoio à produção de documentários para o resgate da memória do esporte olímpico brasileiro do Projeto Memória do Esporte Olímpico, destinado às empresas brasileiras de produção independente de audiovisual. Os documentários serão exibidos em escolas públicas e em caravanas itinerantes pelo país.

O concurso, aberto a qualquer produtora de vídeo do Brasil, selecionará nove projetos de documentários,com duração de 26 minutos cada, e vai conceder R$ 230 mil para cada um deles. No total, serão mais de R$ 2 milhões em recursos.

A seleção será feita em duas etapas. Na primeira, serão analisadas as propostas conforme sua relevância e aderência ao edital. Na segunda fase, os classificados concorrerão entre si em um pitching (defesa oral), feito para uma banca de profissionais que definirá os nove finalistas.

Os projetos selecionados deverão ser concluídos em um prazo máximo de 6 meses, contados a partir da data de depósito da primeira parcela referente aos recursos financeiros para produção.

Em 2011 foram vencedores os filmes “Reinaldo Conrad: A Origem do Iatismo Vencedor”, de Murilo Salles; “Ouro, Prata, Bronze e… Chumbo”, de José Roberto Torero Jr; “De Olaria a Helsinque - A história de um Salto”, de André Klotzel; “Aida dos Santos, Uma Mulher de Garra”, de Adré Pupo; “A Luta Continua – Um Documentário em 12 Rounds”, de Renata Sette Aguilar; “Brilho Imenso, a História de Claudio Kano”, de Denis Kamioka; “Pátria”, de Fabio Meira; “Maria Lenk – A Essência do Espírito Olímpico”, de Iberê Carvalho; “O Salto de Adhemar”, de Rafael Terpins e Thiago Brandimarte Mendonça; e “México 1968 – A Última Olimpíada Livre” , de Ugo Giorgetti.

As inscrições devem ser feitas online.

Fonte: ANCINE